Alternativas Hormonais ao uso da Pílula

Autor: Magui Neto, Beatriz Soares

Última atualização: 2016/05/13

Palavras-chave: Contracepção, Fertilidade, Sexualidade, Saúde Reprodutiva, Fármacos para a fertilidade feminina



Resumo


Apesar de a pílula ser o método contracetivo mais utilizado pelas mulheres em todo o mundo, nem sempre se ajusta às necessidades individuais de todas as pessoas.
Existem outros métodos, porventura menos conhecidos, mas que podem oferecer uma alternativa que melhor se adapte a cada situação.
Neste artigo descrevem-se as alternativas hormonais à pílula, com o objetivo de esclarecer as formas de utilização, vantagens e desvantagens.
Só quem está informado pode fazer as melhores opções.




Alternativas Hormonais ao uso da Pílula


Na hora de escolher o melhor método para prevenir uma gravidez, existem inúmeras alternativas hormonais à pílula. Deve-se preferir um método diferente da pílula quando existe:

  • Esquecimento frequente da toma diária;
  • Dificuldade em engolir, vómitos ou antecedentes de cirurgia bariátrica;
  • Doença Inflamatória Intestinal ou diarreia crónica;
  • Toma habitual de medicação que interfere com a pílula;
  • Preferência da mulher.

A maioria dos métodos aqui descritos apresenta os mesmos efeitos indesejáveis e contraindicações da pílula, pois contêm o mesmo tipo de hormonas. Contudo, estes podem ter vantagens pela forma de utilização (não implicam toma diária de um comprimido) e pela via de administração (pela ação local).

Métodos Combinados (Estrogénio + Progestativo)


1. Anel Vaginal


Local de Aplicação
  • Vagina
Duração
  • 3 semanas + 1 semana de paragem
Eficácia
  • Alta.
  • No 1º ano de utilização, a probabilidade de gravidez em condições ideias é de 0,3% e nas condições habituais é de 8%.
Colocação
  • O anel é colocado na vagina onde permanece durante 3 semanas, seguido de uma semana de pausa, na qual deverá ocorrer a menstruação.
  • O anel deve ser comprimido entre os dedos e inserido de forma semelhante a um tampão higiénico, até a mulher se sentir confortável.
  • A posição exacta não é crítica para o efeito contraceptivo.
Vantagens em relação à pílula combinada
  • Não exige toma diária;
  • Efeito essencialmente local;
  • Níveis séricos mais baixos e estáveis de estrogénios
Desvantagens em relação à pílula combinada
  • Algumas mulheres podem sentir dificuldade na colocação do anel vaginal, o que pode ser melhorado, com o ensino da técnica.
  • Podem sentir mais corrimento vaginal, geralmente sem gravidade
Nome Comercial
  • Nuvaring® Circlet®



2. Transdérmico


Local de Aplicação
  • Pele
Duração
  • Uma semana x 3, seguido de 1 semana de pausa
Eficácia
  • Alta
  • No 1º ano de utilização, a probabilidade de gravidez em condições ideias é de 0,3% e nas condições habituais é de 8%.
Colocação
  • O adesivo é aplicado uma vez por semana, durante 3 semanas, seguido de uma semana de pausa, na qual deverá ocorrer a menstruação.
  • O adesivo deve ser aplicado sobre pele limpa, seca, sem pelos e intacta, nas nádegas e coxas, braço, barriga e tórax (excepto na região mamária), variando o local em cada aplicação.
Vantagens em relação à pílula combinada
  • Não exige toma diária
Desvantagens em relação à pílula combinada
  • Atingem-se níveis mais elevados de estrogénios no sangue
  • Risco de irritação da pele no local da aplicação
Nome Comercial
  • EVRA®



Métodos Progestativos


1. Sistema Intra-Uterino


Local de Aplicação
  • Útero
Duração
  • 5 anos
Eficácia
  • Alta.
  • No 1º ano de utilização, a probabilidade de gravidez é de 0,2%.
Colocação
  • O dispositivo é colocado no útero, pelo médico, no consultório, sem necessidade de anestesia.
  • É um procedimento simples que envolve poucos riscos quando bem feito.
Vantagens em relação à pílula progestativa
  • Longa duração, não exigindo toma diária
  • Efeito hormonal essencialmente local
Desvantagens em relação à pílula progestativa
  • Pode dar algum desconforto e uma pequena hemorragia na inserção e remoção
Nome Comercial
  • Jaydess®
  • Mirena®
  • Erlacela®


Existem alguns Mitos à volta dos dispositivos intra-uterinos que não correspondem à verdade:

  • Mulheres que nunca tiveram filhos não podem usar – FALSO – As mulheres que nunca engravidaram podem recorrer a este método com a mesma eficácia
  • Aumenta risco de gravidez ectópica (fora do útero) – FALSO – não está demonstrado um maior número de gravidezes ectópicas nas mulheres com DIU
  • Aumenta risco de infertilidade – FALSO – Apesar de poder haver algum atraso no retorno da fertilidade normal, ao fim de algum tempo, não há diferenças justificáveis pelo DIU
  • Aumenta risco de Doença Inflamatória Pélvica – PARCIALMENTE FALSO - Há uma pequeno aumento do risco nos primeiros dias (até 1 mês) que depois desaparece.

2. Subcutâneo


Local de Aplicação
  • Debaixo da pele
Duração
  • 3 anos
Eficácia
  • Alta.
  • Probabilidade de gravidez é de 0,05% no 1º ano.
Colocação
  • É colocado pelo médico, no consultório com o recurso a anestesia local.
  • O implante é inserido debaixo da pele na região do antebraço após uma pequena incisão. Não exige pontos.
Vantagens em relação à pílula
  • Longa duração, não exigindo toma diária
Desvantagens em relação à pílula
  • Após remoção do implante os seus efeitos anti-contraceptivos podem manter-se por algum tempo (em geral, poucas semanas), o que dificulta uma gravidez durante esse tempo.
  • Aumento de peso
Nome Comercial
  • Implanon NXT®



3. Injectável


Local de Aplicação
  • Intramuscular
Duração
  • 12 semanas
Eficácia
  • Alta
  • No 1º ano de utilização, a probabilidade de gravidez em condições ideais é de 0,3% e em condições habituais de 3%.
Colocação
  • Injeção única intramuscular na nádega ou no braço
Vantagens em relação à pílula progestativa
  • Longa duração, não exigindo toma diária
  • Não apresenta interações medicamentosas dignas de referência;
Desvantagens em relação à pílula progestativa
  • O efeito anti-concepcional pode manter-se por algum tempo (em geral, poucas semanas) após a última toma.
  • A utilização no início da amamentação (até às 3 semanas pós-parto) não está indicada.
Nome Comercial
  • Depo-Provera®


Alternativa.png


Conclusão


Não existe um método contraceptivo perfeito e as mulheres devem ser capazes de fazer uma escolha esclarecida, adaptada às suas expectativas e sexualidade, tendo em conta as vantagens e desvantagens de cada opção:



Referências recomendadas



Alt text



Banner.jpg